Menu

Como escolher um curso de Dermatofuncional?

27 de fevereiro de 2017

Fisioterapia Dermatofuncional

Sobre a Fisioterapia DermatoFuncional
Em agosto de 2005 em Recife-PE foi criada a Associação Brasileira de Fisioterapia Dermatofuncional (ABRAFIDEF), entretanto, somente no ano de 2009, que a Fisioterapia Dermatofuncional foi reconhecida como especialidade do profissional Fisioterapeuta por meio da resolução 362/2009 do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional. Já em 2011, o Conselho Federal (COFFITO) disciplinou a Especialidade estabelecendo que o fisioterapeuta dermatofuncional deve avaliar, diagnosticar, prevenir e tratar as alterações do sistema tegumentar no que se refere aos distúrbios endócrino, metabólico, dermatológico, linfático, circulatório, osteomioarticular e neurológico como as disfunções de queimaduras, hanseníase, dermatoses, psoríase, vitiligo, piodermites, acne, cicatrizes aderentes, cicatrizes hipertróficas, cicatrizes queloideanas, cicatrizes deiscências, úlceras cutâneas, obesidade, adiposidade localizada, fibroedema gelóide, estrias atróficas, envelhecimento, fotoenvelhecimento, rugas, flacidez, hipertricose, linfoedemas, fleboedemas, entre outras, para fins de funcionalidade e/ou estética; No ano seguinte, em 2012, o Coffito por meio do Acordão 293 estabelece os parâmetros de utilização do LASER, Luz Intensa Pulsada, Radiofrequência, Carboxiterapia e Peelings. Em 2015 houve também o Acórdão 65 do Coffito, que reconhece a atuação do fisioterapeuta na Terapia de Ondas de Choque, desde, que respeitadas as contraindicações. E neste mesmo ano a ABRAFIDEF também publicou dois pareceres, como por exemplo, o que trata da toxina botulínica com fins estéticos por fisioterapeutas (2015) e a utilização de percentuais específicos de produtos para peelings em Fisioterapia Dermatofuncional (2015). No ano de 2016 A ABRAFIDEF publicou outros pareceres. O parecer 01/2016, que trata da possibilidade de realização do procedimento de criolipólise por fisioterapeuta. O parecer 02/2016, que trata da atuação da fisioterapia em telangiectasia. No parecer 03/2016 cuida da possibilidade de realização de procedimentos de lasers fracionados não ablativos de alta potência.

Quem pode fazer cursos de Fisioterapia Dermatofuncional?
Apenas o fisioterapeuta. Conforme elucidado acima, o fisioterapeuta possui o seu amparo legal para trabalhar com a fisioterapia Dermatofuncional

Devo escolher um curso de Dermatofuncional com estágio?
Não, pois após você receber o seu diploma de "profissional" você jamais poderá retroceder para "estagiário". E infelizmente, muitas escolas ou empresas oferecem este estágio para poderem emitir um diploma com maior carga horária. E desta forma, iludir o profissional e também podendo trazer riscos ao aluno (profissional) que se submete a retroceder para a condição de estagiário.

Qual o órgão que vai emitir o meu certificado do curso de Dermatofuncional?
A competência é das Associações de Classe. Então, verifique se a Escola está conveniada com alguma Associação de Classe. Cuidado, que muitas escolas criam as suas próprias associações para poderem certificar os seus alunos. Lembrando, que infelizmente muitas Associações são criadas para monopolizar o mercado e apenas elas reconhecerem os cursos. Sugerimos que você realize cursos com no mínimo 60h, que caracterizam os cursos de “Extensão Profissional” e preferencialmente com pelo menos 40% de aulas práticas.

Como faço para escolher uma boa Escola que oferece o curso de Dermatofuncional para fisioterapeutas?
Procure se informar quanto tempo a Escola está no mercado para avaliar a sua experiência. Converse, com quem já fez o curso e verifique os depoimentos dos ex-alunos. Se informe sobre os professores da Escola. Quais são suas qualificações. Se informe sobre o material didático oferecido. Verifique se a infra-estrutura da Escola é apropriada. Analise o conteúdo do que vai ser abordado no curso. Se informe sobre o responsável técnico da Escola verificando a sua formação e experiência. É importante destacar que o curso deve levar em consideração as novas tecnologias em dermatofuncional e que a Escola não tenha nenhum conflito de interesse, ou seja, tenha a liberdade de falar das vantagens e desvantagens de cada uma das marcas existentes no mercado.

Sou estudante de Fisioterapia. Eu posso fazer o curso de Dermatofuncional?
Sim. Estudantes de fisioterapia podem sim realizar o curso de Dermatofuncional. E preferencialmente, que você já tenha cumprindo as disciplinas de anatomia e fisiologia. Pois, o conhecimento destas disciplinas lhe ajudará a aproveitar melhor o curso. E enquanto estiver na faculdade apenas poderá realizar atendimentos em Dermatofuncional com a supervisão de um profissional habilitado e capacitado. O curso pode também contribuir muito para a sua formação profissional, pois você já estará se antecipando as necessidades do mercado e terá um excelente diferencial quando se formar.

Por que devo fazer o curso de Dermatofuncional? Terei muitos pacientes?

Atualmente somos o 2º país do mundo em cirurgias plásticas e isso contribui para que estejamos também dentro desta mesma classificação quando o assunto é a busca por tratamentos dermatológicos. Nos últimos anos houve uma verdadeira explosão na procura por tratamentos dermatológicos tanto pelas mulheres como pelos homens e consequentemente consolidou este mercado como um dos mais "rentáveis". É sabido também que o investimento da renda das mulheres com tratamentos dermatológicos se encontra em ascensão atingindo todas as classes sociais. Acredita-se que as mulheres investem aproximadamente 30% da sua renda em produtos e serviços ligados a beleza. Em síntese, "o desejo de nos sentirmos mais bonitas" é algo que está longe de acabar.
Quanto custa um bom curso de Dermatofuncional?

Levando em consideração uma Escola, que atenda os pré-requisitos acima com credibilidade e confiança em média um bom curso de Dermatofuncional deve variar entre R$3.000,00 a R$3.500,00. Lembrando, que este valor é uma estimativa levando em consideração a qualidade da Escola. Fora destes valores tome cuidado, pois o barato pode sair muito caro. Infelizmente, existem muitos cursos de Dermatofuncional com baixa qualidade. E como você estará fazendo um investimento em você, então faça com critérios de qualidade sempre.

Quanto vou cobrar por uma sessão de Fisioterapia Dermatofuncional?
O Coffito por meio do Referencial Nacional de Procedimentos Fisioterapêuticos (Resolução 428/13) sugere o valor mínimo de R$31,20 (80 CHF) a até R$81,90 (210 CHF) por sessão. Este valor pode variar até 20% a menos de acordo com região (cidade). E se imaginarmos que com as novas tecnologias estes valores podem crescer muito de acordo com o tipo da nova tecnologia escolhida. Como por exemplo, uma Terapia com Radiofrequência pode variar de R$200,00 a R$700,00 por sessão. Já a de Criolipólise, de acordo com a área, o aparelho e a qualificação da profissional os valroes podem variar entre R$600,00 a R$1.200,00. Vale lembrar, que de acordo com a gravidade da alteração algumas pacientes precisarão de muitas sessões ou acompanhamento contínuo. Portanto, podemos observar que é uma área com uma expressiva remuneração e retorno para a fisioterapeuta que trabalhar com qualidade e profissionalismo!

por: Fabio Lourencin